Congrad cria comissão para análise dos editais de vagas ociosas

:: UFJF em 20/03/2017 18:48 ::

O Conselho Setorial de Graduação (Congrad) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) se reuniu durante a tarde desta segunda-feira, 20, no anfiteatro das Pró-reitorias. A regulamentação da publicação de editais de vagas ociosas foi um dos destaques dentre os temas tratados pelo órgão.

Para começar os trabalhos, foram avaliados três processos para requerimento de mudança de pré-requisitos para disciplina de estágio e dois para criação de disciplinas em graduação: uma para o Departamento de Fisiologia e outra para o Departamento de Farmacologia.

Todas as demandas foram aprovadas.

Em seguida, os membros do Conselho discutiram a adequação regulamentar da publicação de editais de vagas ociosas oferecidas pela Universidade. As conversas originaram a criação de uma comissão, que objetiva estudar o Regimento Acadêmico da Graduação (RAG), a fim de levar para o Conselho Superior (Consu) uma proposta de readequação do Regimento. A ideia é que, com as mudanças, o RAG consiga atender a todas as especificidades de cada curso e cada unidade acadêmica.

A comissão será formada por um integrante de cada uma destas representações acadêmicas: dos Técnico-Administrativos em Educação (TAE’s); do Diretório Central dos Estudantes (DCE); da Coordenadoria de Assuntos e Registros Acadêmicos (CDARA); da Pró-reitoria de Graduação (Prograd); das áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas; das áreas das Ciências Biológicas e da Saúde; das Ciências Exatas; e da área de Linguagens.

Depois, o Congrad deliberou a respeito da indicação de um docente da área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e um da área das Ciências Exatas para a representação no Conselho Superior. Os nomes da professora Marina Monteiro de Castro e Castro (coordenadora do curso de Serviço Social) e da professora Liamara Scortegagna (coordenadora do curso de Licenciatura em Computação) foram aprovados para as respectivas áreas.

Adiante, o nome do professor Márcio Marangon (coordenador do curso de Engenharia Civil) foi aprovado para a composição do Conselho Administrativo do Jardim Botânico da UFJF.

Outro assunto discutido na reunião foi “assinatura em históricos escolares”. Os integrantes do Congrad debateram a respeito da necessidade das assinaturas serem feitas pelos coordenadores de curso ou se elas podem ser produzidas apenas por membros da CDARA. Por ausência de quórum regimental, não houve deliberação, ficando a pauta direcionada à próxima reunião do Conselho.

O trabalho da Comissão para revisão dos programas de bolsa oferecidos pela Universidade também foi analisado na reunião. Depois de rever as diretrizes dos programas de monitoria universitária, que atualmente possuem uma nova resolução, apresentada pelo grupo, o Congrad deliberou que a Comissão agora se concentre, a partir do mês de março, na análise dos programas de Treinamento Profissional.

A penúltima pauta da reunião se deu com um informe, a respeito da parceria firmada entre a Prograd e a Diretoria de Relações Internacionais (DRI). Por meio desta iniciativa será desenvolvida uma semana de internacionalização, chamada Global July, para a qual professores da UFJF serão convidados a oferecer minicursos, workshops e seminários em línguas estrangeiras. As atividades poderão ser direcionadas a alunos da graduação da Universidade e, também, para estudantes de instituições de ensino estrangeiras.

O encontro se encerrou com a apresentação, por parte da secretária do Congrad e da Prograd, Vilma Lúcia Pedro, de um fluxograma dos processos de criação, alteração, inclusão e/ou exclusão de disciplinas na graduação que são apreciados pelo Conselho.

Outras informações: (32) 2102-3975 – Conselho Setorial de Graduação

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios