Partido Socialista francês entra no purgatório

:: El Pais em 19/06/2017 10:26 ::

O segundo turno das eleições legislativas da França apenas confirmou para o Partido Socialista aquilo que já se sabia – e se temia – desde a campanha presidencial: começou sua passagem pelo purgatório. O partido que dominou o Palácio do Eliseu e a Assembleia Nacional no último quinquênio agora se encontra à beira do desaparecimento político e do abismo econômico. Com uma previsão de 48 deputados, em comparação aos 284 do último mandato, não há como esconder a debacle do que era até agora um dos grandes partidos da França.

A formação socialista deverá decidir, nos próximos dias, como seguir adiante sem se afogar no ‘tsunami Macron’, começando por superar suas próprias divisões internas, que são muito profundas. E o fará sem seu primeiro secretário, Jean-Christophe Cambadélis, que anunciou sua renúncia assim que soube dos resultados.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios