Segundo Comissão de Ética da Presidência, Padilha só precisa de reprimenda

:: GGN em 20/06/2017 12:16 ::

Categoria:

Ética

fotortemerpadilha.jpg

Jornal GGN – Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil do governo Michel Temer, passou incólume pela denúncia de infração ética. A Comissão de Ética da Presidência da República (CEP) inocentou o ministro de denúncias realizadas por deputados do PT, por declaração dele de que o governo faz nomeações buscando apoio no Congresso.

O presidente da CEP, Mauro Menezes, emitiu recomendação a Padilha “para que tenha mais cuidado em suas declarações sobre nomeações”.

Segundo Menezes declarou em coletiva, a comissão analisou e entendeu não haver infração ética, mas que entendeu ser necessária uma recomendação ao ministro de que redobre seus cuidados ao fazer declarações, “evitando a dubiedade das interpretações”.

Em sua defesa à comissão, Padilha alegou que, mesmo a busca de apoio do Congresso não afasta a preocupação do Governo com o perfil técnico dos nomeados aos cargos públicos. Menezes apontou que a recomendação caminhava neste sentido, de que não deixasse margem para interpretação no sentido de que tais nomeações se devam somente, e exclusivamente, “na base de uma troca política de votos”.

leia mais

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios