Polícia Civil e Guarda Municipal apreendem dez pessoas em operação na região Central

:: Diário Regional em 13/07/2017 22:47 ::

A Polícia Civil (PC), em parceira com a Guarda Municipal (GM), realizou nessa quinta-feira, 13, operação “Centro Seguro”, na região Central de Juiz de Fora. A ação foi executa por 48 agentes de seguranças, dentre eles, guardas municipais e policiais civis, e resultou na apreensão de dez pessoas.

“A operação foi coordenada pelos delegados Márcio Savino, responsável pela 7ª Delegacia Distrital, e Rogério Woyame, titular da Delegacia Especializada de Antidrogas, e teve como objetivo coibir o uso e tráfico de drogas, e a prática de furtos a pedestres e a estabelecimentos comerciais”, explicou a delegada regional, Patrícia Ribeiro.

A ação surgiu após as corporações receberem queixas de moradores e pedestres sobre a segurança na área.

“Temos recebido muitas demandas da população no que requer a segurança nos principais pontos da região. Em parceira e integração com a Polícia Civil, fizemos algumas abordagens nesses locais para resgatar a segurança e para que a população possa ocupar esses espaços com tranqüilidade”, disse a comandante da Guarda Municipal, Emilce de Castro, que ressaltou que a operação terá continuidade.

De acordo com o chefe do 4º Departamento de Polícia Civil, delegado Carlos Roberto da Silveira, os agentes fizeram averiguações no Parque Halfeld, nas praças Antônio Carlos e do Riachuelo e na Rua Santo Antônio. “Conseguimos apreender três adolescentes e prender em flagrante sete pessoas”, ressaltou o delegado, que também participou da ação.

No Parque Halfeld, quatro usuários de drogas, entre 19 e 28 anos, foram detidos, e um adolescente de 17 anos foi apreendido por desacato. Já na Praça Antônio Carlos, um casal de adolescentes foi detido com um cigarro e uma porção de maconha; dois homens, 23 e 36 anos, também foram presos com o mesmo entorpecente; e um homem de 34 anos foi levado à delegacia por possuir duas carteiras de identidade. Ninguém foi preso nos demais locais investigados.

O delegado Márcio Savino falou acerca das investigações dos crimes de furto na região Central. “Nessa operação, continuamos o que já temos feito nas últimas semanas, que é desarticular grupos de estelionatários e também furtos a pedestres. Efetuamos duas prisões em uma semana e, nessa quinta, também conduzimos um homem que é um autor contumaz e divulgado nas redes sociais”, ponderou o delegado, ressaltando que as investigações prosseguem.

Há quatro meses, desde que Savino assumiu a delegacia, os investigadores tem traçado o perfil dos suspeitos e identificando os locais que eles agem. “A vítima percebe que o celular ou algum material está faltando quando chega em casa ou dentro do ônibus. Por isso, ela não consegue reconhecer o autor, o que torna difícil a apuração, mas o trabalho de inteligência tem tido resultados excepcionais”, finalizou.

Após serem ouvidos, os infratores foram liberados.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios