Dado falso sobre sindicatos argentinos alimenta debate brasileiro

:: El Pais em 17/07/2017 22:30 ::

Durante as discussões sobre a polêmica reforma trabalhista aprovada na semana passada, uma afirmação foi repetida muitas vezes: a de que o Brasil possuía um volume excessivo de sindicatos (cerca de 17 mil), enquanto a vizinha Argentina tinha apenas 96. A comparação foi usada para justificar que o fim da contribuição sindical obrigatória era necessário para acabar com sindicatos de “fachada e pelegos”, que se multiplicam pelo país. Na Argentina, a contribuição sindical é voluntária.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios