Prove o rabo de galo, o drink do boteco brasileiro (antes que vire artigo hipster)

:: El Pais em 11/08/2017 21:41 ::

Seu Zé, 73 anos, por exemplo. Atrás do balcão do Bar Estrela do Fernão Dias, em Pinheiros, São Paulo, trabalha como bartender e garçom desde 1963. Antigo no ramo, ele explica que coquetéis como “o rabo de galo, a maria-mole e o bombeirinho são as bebidas mais típicas dos brasileiros” desde que ele está no ramo etílico. Com o passar do tempo, porém, Zé notou algumas diferenças: “Antigamente, eram quase sempre homens e mais velhos os que pediam essas bebidas, que são mais fortes. Hoje em dia, tem muitos jovens que vêm aqui e pedem esses drinks. Depois disso, vão direto para a balada.”

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios