Casa Branca define como terrorismo atos na Virgínia, e prefeito culpa Trump

:: GGN em 13/08/2017 14:59 ::

Categoria:

Internacional

Foto: Chip Somodevilla/Getty Images

virginia-supremacistas-brancos-20170812-0091.jpg?quality=70&strip=info&w=920

Da Agência Ansa

Os confrontos entre supremacistas brancos e pessoas que militam contra o fascismo em Charlottesville, na Vírgínia, nos Estados Unidos, foram definidos neste domingo (13) pelo conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, H.

R. McMaster,como atos de “terrorismo”.

“Cada vez mais se cometem ataques contra as pessoas para incitar o medo, o terrorismo”, disso Mc Master, em entrevista ao canal ABC. “Condenamos os supremacistas brancos, os racistas e os grupos nazistas”, acrescentou o conselheiro, após o presidente norte-americano, Donald Trump, ser duramente criticado, por republicanos e democratas oor seus comentários e sua inação em relação ao ato.

leia mais

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios