O olhar de meu pai, por Luis Nassif

:: GGN em 13/08/2017 10:13 ::

Categoria:

Crônica

a-casa-da-minha01.jpg

Uma crônica de 2006, para o dia dos pais

Antes dos 13 anos, declarei guerra a meu pai.

Eu passara para o terceiro ano do ginásio, mudou o irmão Marista titular da classe, e tive a oportunidade de tirar o primeiro lugar, algo que não conseguira nos dois anos anteriores.Fui para casa de boletim na mala e peito estufado, e o velho nem ligou. À noite, no encontro de pais e alunos no Marista, um pai chegou perto de nós, saudou o meu feito e indagou se manteria a colocação. Seu Oscar respondeu irritado: “Problema dele”. Anos depois, Chafik, seu melhor amigo, me contou que ele não se conformara com minha decisão de, aos 12 anos, me tornar jornalista, e não seu sucessor na Farmácia Central.

leia mais

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios