Quando é hora de parar

:: Vladimir Safatle em 28/04/2017 04:03 ::

Segundo pesquisa recente feita pela consultoria Ipsos, 92% das brasileiras e brasileiros acreditam que o país está no rumo errado. No entanto, para quem ocupa atualmente o poder, estas pessoas não contam, a opinião delas é irrelevante. Para eles, a maioria absoluta da população brasileira deve ser tratada como crianças que se recusam a tomar “um remédio amargo” que, no entanto, seria necessário. Isto fica ainda mais evidente quando somos obrigados a ouvir alguns “analistas” a dizer que o governo deveria aproveitar a oportunidade de sua alta taxa de rejeição e impopularidade e “fazer as reformas de que o Brasil tanto precisa”. Leia mais (04/28/2017 – 02h28)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Um outro fim do mundo é possível

:: Vladimir Safatle em 14/04/2017 04:14 ::

“O que temos no Brasil não é um negócio de cinco, dez anos. Estamos falando de 30 anos atrás”. Foi bom, Emílio Odebrecht, que você tenha lembrado disso em sua delação premiada. Pois durante os últimos anos o povo brasileiro teve que assistir ao espetáculo patético de corruptos com ares de indignação cívica acusando corruptos, torcedores de corruptos saindo às ruas para clamar contra a corrupção. Leia mais (04/14/2017 – 02h12)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Terminar com a representação

:: Vladimir Safatle em 07/04/2017 05:38 ::

Uma das ideias fundamentais da política moderna é a noção de representação. Aprendemos a compreender o espaço político como um espaço de conflitos organizado a partir de uma dinâmica específica de constituição de atores. Leia mais (04/07/2017 – 02h28)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Um mestre na periferia

:: Vladimir Safatle em 31/03/2017 05:40 ::

A filosofia no Brasil conheceu, dentre vários trajetos que merecem ser lembrados, uma experiência intelectual singular e terminada de forma abrupta em pleno desenvolvimento criativo. Há dez anos, falecia Bento Prado Júnior, certamente um dos filósofos mais representativos e originais que o país conheceu. Leia mais (03/31/2017 – 02h10)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

O fim do emprego

:: Vladimir Safatle em 24/03/2017 05:40 ::

Nunca na história da República o Congresso Nacional votou uma lei tão contrária aos interesses da maioria do povo brasileiro de forma tão sorrateira. A terceirização irrestrita aprovada nesta semana cria uma situação geral de achatamento dos salários e intensificação dos regimes de trabalho, isto em um horizonte no qual, apenas neste ano, 3,6 milhões de pessoas voltarão à pobreza. Leia mais (03/24/2017 – 02h03)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

O Estado do mal-estar social

:: Vladimir Safatle em 17/03/2017 03:32 ::

Faz parte da retórica neoliberal dizer que, diante dos choques de austeridade, não há escolhas. Leia mais (03/17/2017 – 02h14)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

É racional parar de dialogar

:: Vladimir Safatle em 10/03/2017 04:36 ::

17068208.jpeg

Faz parte de uma certa leitura hegemônica da vida social moderna a ideia de que a razão se realiza necessariamente na vida social por meio da consolidação de um horizonte de diálogo. Leia mais (03/10/2017 – 02h02)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Um fascista mora ao lado

:: Vladimir Safatle em 03/03/2017 03:34 ::

Há alguns dias, foi publicada a última pesquisa CNT/MDA para a eleição presidencial de 2018. Três fenômenos são dignos de nota: a ascensão de Lula, que venceria hoje em todos os cenários, a queda de todos os candidatos ligados de forma ou outra ao atual desgoverno e a consolidação do sr. Jair Bolsonaro em segundo lugar, em empate técnico com Marina Silva. Leia mais (03/03/2017 – 02h09)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Lugares do que não tem lugar

:: Vladimir Safatle em 24/02/2017 04:49 ::


Um dos esquemas mais tradicionais de compreensão da arte parte do pressuposto de que o desenvolvimento formal de sua linguagem é expressão de uma forma de compensação social. Sem mais poder alimentar a ilusão de que seria o motor a impulsionar as transformações do mundo, a impulsionar as mudanças radicais em seus modos de apresentação, não teria restado à arte nada mais que duas saídas.
Leia mais (02/24/2017 – 02h10)


Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

A receita para destruir um país

:: Vladimir Safatle em 17/02/2017 04:59 ::


Há três formas de destruir um país. As duas primeiras são por meio da guerra e de catástrofes naturais. A terceira, a mais segura e certa de todas, é entregando seu país para economistas liberais amigos de operadores do sistema financeiro.
Leia mais (02/17/2017 – 02h05)


Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.